Como vencer
o maior vício
do mundo
Os usuários de drogas perdem o controle sobre
suas vidas e causam sofrimento individual e alheio.

Você pode mudar esta situação.

Clique aqui e conheça nosso livro.


Refrigerantes adoecem seus usuários?

20/07/2017  |  Por Helio Matos

A resposta para o título interrogativo deste artigo é sim. Atualmente a constatação da ciência tem alertado o mundo sobre os perigos das bebidas em forma de refrigerantes. A OMS, (Organização Mundial de Saúde), entidade pertencente à ONU (Organização das Nações Unidas), está alertando todos os governantes ligados a entidade, sobre os grandes perigos dos refrigerantes em geral, em particular sobre a Coca-Cola.

A OMS detectou através de estudos específicos, que os refrigerantes em todo o mundo, estão provocando um aumento muito grande da obesidade, principalmente das crianças, adolescentes e adultos jovens, que são as faixas etárias mais objetivadas pelas empresas do setor.

O problema já se tornou tão sério que a OMS está recomendando aos governantes em geral, que implantem uma taxação de 20% a mais sobre os impostos destes produtos, esta medida pode não resolver o problema, mas visa com este procedimento, pelo menos aumentar os preços destes produtos perniciosos à saúde dos consumidores, aliando esta medida às campanhas educativas, e consequentemente reduzindo o consumo específico.

O consumo de refrigerantes e o aparecimento do câncer

Como se não bastasse o desenvolvimento da obesidade nos consumidores, está cientificamente comprovado o aparecimento do câncer nestes perfis de consumidores. Inclusive, problemas estomacais e intestinais são bastante relatados pelos consumidores após a ingestão do líquido que adoece. Algumas experiências, diga-se de passagem, realizadas dentro dos próprios lares, oferece a demonstração de que uma Coca-Cola pode ser transformada numa pedra de puro caramelo IV, e juntamente com esta “pedra”, os produtos químicos muito nocivos à saúde do ser humano.

O caramelo IV é escuro e cancerígeno

O caramelo IV é escuro e cancerígeno

Há pessoas que se queixam de moleza e sono após a ingestão de aproximadamente três copos de Coca-Cola, por exemplo. No caso do caramelo IV, ele é conseguido através de processamentos químicos, tornando-se um poderoso corante muito prejudicial a saúde e desencadeador de câncer em seus usuários. Este produto é utilizado de forma indiscriminada pela Coca-Cola, e todos os outros refrigerantes a base de coca, e com menor teor em outros refrigerantes mais simples, mas as maiores quantidades são colocadas nos refrigerantes Coca-Cola do Brasil. Inclusive, o Brasil é o campeão mundial deste procedimento abusivo do caramelo IV. Outrossim, o caramelo IV é introduzido em muitos outros produtos, como doces, balas de mascar, bolos e etc. Igualmente, a Anvisa, “Agência Nacional de Vigilância Sanitária“, deixa muito à desejar em sua verdadeira finalidade.

O problema é tão grave que para cada 350 ml de Coca-Cola, está adicionado 263 mcg (microgramas) de caramelo IV, sendo que o país mais consciente do problema, exigiu apenas 4 mcg (microgramas) de caramelo IV por cada 350 ml de refrigerante. Está constatado cientificamente que o corante caramelo IV é altamente cancerígeno, daí as solicitações da OMS. Por outro lado, como sempre, o Brasil é o país mais permissivo do que é prejudicial para a saúde da população, e neste caso também não foge à regra.

Forma mais primitiva do caramelo IV

Forma mais primitiva do caramelo IV

As famílias, apesar de poucas, começam a mudar os hábitos no uso dos refrigerantes.

Apesar de que, numerosamente pequena, algumas famílias, bem como pessoas individualmente, já estão substituindo o consumo dos refrigerantes por sucos naturais processados em casa. Por outro lado, nas festividades em geral, a introdução dos refrigerantes nada mudou, isto é, o costume está tão solidamente arraigado no seio da sociedade, que somente introduzindo medidas efetivas de combate a essas bebidas, poderá se obter a conscientização da população em geral sobre estes perigos. Enquanto isso, o perigo não está rondando, ele está efetivamente sendo praticado. A única solução para se produzir refrigerantes saudáveis é deixar de consumir estes produtos, principalmente a famigerada Coca-Cola.