Como vencer
o maior vício
do mundo
Os usuários de drogas perdem o controle sobre
suas vidas e causam sofrimento individual e alheio.

Você pode mudar esta situação.

Clique aqui e conheça nosso livro.


Qual a quantidade de água na terra?

04/04/2018  |  Por Helio Matos

Quando se pergunta sobre a quantidade da água existente no planeta terra, a resposta não muda, isto é, basicamente calculado, a terra é composta por um número arredondado de 71% de água. Neste contexto numérico pode-se pensar que a terra está inundada em água, e que seus habitantes, principalmente o ser humano, nem precisa se preocupar com uma possível falta do líquido precioso.

Realmente é muita água e apenas 29% de solo, no entanto, de toda essa água que está não somente sobre a face da terra, como também imersa no solo, assim como no ambiente atmosférico, isto é, ao lado e acima das pessoas, dos animais, vegetais, entre outros. Diga-se de passagem, que a água doce representa apenas 3,5% do total de toda a água do planeta, e em torno de 1% dessa água doce está concentrada nas geleiras e calotas polares, assim como nas encostas das serras próximas dos polos sul e norte.

Diante do quadro descristo acima, a água doce disponível no planeta se resume em números arredondados para 2,5%% em todo o mundo, portanto, ainda em números arrendados 96,5% da água da terra é água salgada, isto significa que este elevado percentual de água naturalmente salgada é igualmente imprópria ao consumo direto pelo ser humano. Atualmente, alguns países já estão dessalinizando a água para torná-la potável, mas além do processo não render água potável rapidamente o suficiente que se precisa, os custos deste trabalho são altíssimos.

Água salgada dos mare

Água salgada dos mare

A água da terra está acabando?

No que tange aos países que têm mais água doce do mundo, o Brasil foi agraciado pela natureza neste item, ele tem em média 12% de toda a água doce do planeta azul. Inclusive, essa água está mais concentrada nas regiões amazônicas do país, apesar de que, de certa forma, ela está bem distribuída no país, com exceção de grande parte da região Nordeste que sofre muito com a escassez deste líquido na região, e para piorar ainda mais esta situação ruim devido a falta de água, há locais no Nordeste que já chegou à ficar 5 anos sem chover. Toda a região Nordeste é banhada pela orla marítima, e as cidades próximas ao oceano praticamente não sofre com o problema da água, isto porque próximo ao oceano a constância de chuva é menos complicada. Quando se afasta destas regiões marítimas, adentrando no sertão nordestino, aí começam o flagelo da falta de águas naturais e chuvas.

No que se refere a água no Brasil, num sentido geral do caso, o país não pode se queixar da água que possui, isso em relação à muitos países que sequer possuem água doce para beber, porque na realidade, em torno de 25 países do planeta já estão completamente sem água doce. Quando aos números citados acima, a pergunta é pertinente, ou seja, a água da terra está acabando? A resposta, por incrível que pareça, é não, a água não está acabando, nem a doce e nem a salgada.

Rio assoreado e a água mudando de local

Rio assoreado e a água mudando de local

Para onde está indo a água doce?

Em realidade, lamentavelmente ou não, a natureza não distribuiu a água de maneira uniforme no planeta, por isso, alguns países têm mais e outros menos.  O desaparecimento da água doce de alguns países possui variadas causas, como por exemplo, aumento da população em relação a água disponível, falta de tratamento adequado da água utilizada, poluição do meio ambiente, interferência negativa do homem no eco-sistema, desmatamento excessivo, assoreamento dos rios, lagos, lagoas e destruição das nascentes aquáticas, entre muitas outras atitudes erradas do ser humano em relação ao meio ambiente.

Os itens apontados acima, são as principais causas do sumiço da água doce em determinados locais do planeta, porque, ainda que menos água disposta pela própria natureza, essa água deveria receber atenção especial para sua preservação. Andando no mesmo percurso do fim dessas águas em alguns países, saiba-se que as árvores são agregadoras de águas, em cima do solo, debaixo da terra no lençol freático, no ar, como atraindo chuvas para a região. Outrossim, quando rios, lagos, nascentes e outras fontes de água doce sofrem mudanças ambientais causadas pelo próprio ser humano, a água simplesmente muda de lugar, isso mesmo, ela não acaba, ela evapora, é levada pelo vento para outros lugares e vai cair como chuva em outras terras. Igualmente, um meio ambiente muito devastado pelo ser humano, automaticamente devastará o líquido precioso deste ambiente. Portanto, estes e outros procedimentos no eco-sistema explicam o que ocorre com o fim das águas em muitos ambientes da terra.

Lago de água naturalmente doce

Lago de água naturalmente doce

A água do planeta terra continua sendo 71%

Desde a Pangeia, nada mudou em relação a água, principalmente sua quantidade no planeta. No caso da antiga Pangeia, a terra era um só aglomerado, isto é, em seus primórdios, o planeta azul era formado por um só bloco de terra e água, e quando este bloco começou a se dividir foi surgindo os continentes, de certo modo, pode-se dizer que a terra começou a sofrer rachaduras em sua base, dando origem a todos os continentes, formando mares, oceanos, mares,  rios, lagos, cachoeiras, nascentes aquáticas, lençol freático, assim como os dois extremos terrestres, isto é, os polos Sul e Norte existentes atualmente. A natureza é tão sábia, que, antes do surgimento do ser humano sobre a face da terra, ela mesma começou a divisão da Pangeia, que, futuramente estaria propícia para receber a vida humana sobre sua face.

Finalizando essa matéria e analisando pelo lado positivo e administrativo da terra, a preservação do meio ambiente ficou mais fácil para ser gerenciado, mas ao contrário do que seria melhor, o homem, ao encontrar um ambiente próprio para sua vida na terra, em vez de cuidar melhor de seu ambiente sistematicamente dividido pela natureza, simplesmente este mesmo homem, desde então, está metendo os pés pelas mãos, ou seja, transformando o mais simples em mais complicado e destruindo, cada qual, o meio ambiente da parte da terra intitulada como país, que lhe coube pela natureza. Assim o homem está procedendo com o líquido precioso, chamado de planeta água, e que continua com 71% de água em sua totalidade, portanto, a água não diminuiu sua quantidade, apenas está mudando de lugar, e neste caso, lembra a Pangeia, que não diminuiu, apenas se dividiu e muita coisa mudou de lugar.